Review de Suplementos

Para Que Serve & Os Benefícios da Melatonina

beneficios da melatonina

Muitas vezes remédios fortes de tarja preta podem ser evitados. Como? Ao experimentar uma solução mais natural antes de saltitar em direção à farmácia. Eu sei… eu sei. Você vai falar que a solução natural não vai ajudar, que a sua situação é séria. Mas e se eu te contar que se o seu problema for estresse, insônia e má qualidade do sono, eu posso ter a resposta? E sim, ela é natural.

Para milhões de pessoas ao redor do mundo, a ingestão de melatonina em forma de suplemento é a salvação da sensação de ansiedade, do peso do estresse e da inquietação da insônia. Infelizmente, sofrer de estresse é tão comum hoje em dia que nós já sabemos que sobrecarregar o corpo e levar o estresse consigo para cima e para baixo não é nem um pouco saudável. Pois a melatonina pode te ajudar a tirar o estresse dos ombros e levar uma vida mais tranquila, induzindo uma melhor noite de sono e uma melhora na saúde de modo geral.

Em conjunto com o uso da melatonina, engajar em atividades físicas no mínimo 2 vezes por semana e regular a alimentação com alimentos que aumentem a produção de melatonina no organismo são práticas que resultam em um combo antiestresse.

Espero que eu tenha te deixado pelo menos um pouquinho curioso sobre os poderes da melatonina no corpo humano. Agora vem a parte em que eu te conto o que é, para que serve, os benefícios e efeitos colaterais da melatonina.

 

Para Que Serve a Melatonina?

A melatonina é um hormônio natural produzido pelo nosso organismo. Esse hormônio é liberado pela glândula pineal ou epífise neural, que é localizada no centro do nosso cérebro, no meio dos dois hemisférios cerebrais. A epífise neural é uma glândula endócrina e o nome “pineal” se dá ao fato de ter uma forma parecida com o fruto do pinheiro, a pinha, apesar do seu tamanho ser comparado ao de uma ervilha.

Estudos concluíram que esta glândula não somente é responsável pela secreção de melatonina, mas tem um papel importante no modo em que o corpo interage com certas drogas como antidepressivos e a cocaína.

A fabricação de melatonina pela epífise neural é regulada pela quantidade de luz que recebemos. Esse hormônio é estimulado na escuridão e suprimido na claridade. O nosso organismo produz mais melatonina quando está escuro e menos quando há a presença de luz. Desta forma é possível entender um pouco como o corpo de pessoas cegas, o corpo de pessoas que trabalham durante a noite ou o corpo de quem reside em países no extremo norte ou extremo sul pode ficar um pouco bagunçado.

A melatonina é, senhoras e senhores, o chefão do nosso ciclo circadiano (ou ritmo circadiano). Este ciclo representa todas as atividades que realizamos em um período de 24 horas. Uma delas sendo o nosso relógio biológico, o qual mede a nossa necessidade de sono e apetite.

A glândula pineal começa as suas atividades de produção de melatonina logo após escurecer (entre 20:00 e 21:00). Ao alcançar o pico de produção algumas horas após o seu início, começamos a sentir sono e eventualmente a pescar lambaris (gíria da época da minha vó que significa piscar lentamente por estar com muito sono) se não formos para a cama. Nas próximas 12 horas a melatonina continua a toda, só reduzindo a sua quantidade de manhã (entre 8:00 e 9:00).

Outro aspecto importante da melatonina diz respeito aos famosos e rebeldes hormônios femininos. A melatonina ajusta como, quanto e quando a menstruação ocorre, bem como as datas da primeira menstruação e do início da menopausa.

Estudos apontam que os níveis de produção de melatonina reduzem ao envelhecermos. Portanto, crianças são as que possuem a melhor e maior quantidade desse hormônio durante a noite.

 

Os Benefícios da Melatonina

O nosso conhecimento geral nos leva a acreditar que a melatonina é excelente para auxiliar com crises de estresse e noites mal dormidas, o que é 100% verdade! A parte boa é que a melatonina é, na verdade, vantajosa para muitas outras coisas que muitas pessoas não sabem. Bom, agora é hora de saber!

 

  1. Possível Tratamento de Câncer de Mama e Próstata: estudos mostram evidências de que a melatonina pode contribuir com a inibição do crescimento de tumores, bem como reduzir o tamanho destes em casos de câncer de mama em alguns casos. Outro estudo publicado em um jornal de oncologia provou que homens que desenvolvem câncer de próstata tem níveis inferiores aos desejados de melatonina no organismo.
  2. Assiste Com Doenças Cardiovasculares: a melatonina possui efeitos antioxidantes e anti-inflamatórios. Tais ações reduzem a quantidade de radicais livres, reduzem os níveis de colesterol e, consequentemente, evita e ajuda a combater problemas relacionados a saúde do coração.
  3. Contribuinte Natural do Sono: foi comprovado por um estudo realizado pelo Instituto de Olhos e Ouvido da Universidade de Ohio que o uso de melatonina otimizou a qualidade do sono e reduziu a síndrome de zumbido no ouvido dos participantes.
  4. Alivia Dores Crônicas e de Fibromialgia: um estudo utilizando a melatonina em conjunto com um antidepressivo e placebo estabeleceu que o grupo que utilizou do combo do hormônio + droga apresentou resultados positivos. A fibromialgia é uma doença que atinge vários músculos do corpo por um motivo ainda desconhecido pela ciência. Estudos relacionando o uso de melatonina com pessoas que sofrem de enxaqueca ainda estão em progresso, mas são promissórios.
  5. Otimiza Efeitos Negativos da Menopausa: como mencionado anteriormente, a melatonina regula os hormônios femininos. Desta forma, o uso de melatonina após o começo da menopausa pode influenciar na melhoria de humor e destruir as possibilidades do desenvolvimento de depressão. Um estudo da Clínica Lyon-Lumière na França, utilizando placebo e melatonina em pacientes com mais de 55 anos, mostrou resultados positivos em qualidade do sono, melhorando insônia e estado de alerta matutino, o que está diretamente ligado aos sintomas da menopausa.
  6. Ameniza a Sensação de Jet Lag: pesquisadores do UK Cochrane Centre em Londres concluíram que 9 de 10 experimentos com a melatonina preveniram ou reduziram os efeitos de jet lag em passageiros ou pessoas que trabalham como pilotos ou comissários de bordo e, assim, cruzam várias linhas de fuso horário com frequência.
  7. Promove Melhorias em Crianças com Autismo: um estudo completado em 2011 avaliou várias síndromes relacionadas ao autismo e chegou a conclusão de que o uso de melatonina pode amenizar súbitas mudanças de humor e pode regular os parâmetros noturnos em crianças.
  8. Fortalece o Sistema Imunológico: a melatonina se mostra como um agente antioxidante assistindo na promoção de um sistema imunológico mais forte e mais capaz de bloquear infecções e inflamações.

 

Melatonina – Efeitos Colaterais

A melatonina em forma de suplemento pode ser ingerida por quase todo mundo. É somente importante consultar seu médico de confiança para tirar dúvidas sobre os possíveis efeitos colaterais e como a melatonina pode reagir ao ser combinada com certos tipos de medicamentos.

Alguns dos efeitos colaterais da melatonina são:

  • Pesadelos ou Sonhos Vívidos
  • Tontura
  • Dores de Cabeça
  • Depressão
  • Cólica Estomacal
  • Redução na Libido
  • Desenvolvimento de Seios (efeito colateral masculino)

 

Tais efeitos colaterais da melatonina citados acima, no entanto, são raros e podem aparecer devido a uma reação dentro do nosso organismo com certas drogas – podendo diminuir a sua eficácia – como:

  • Remédios para Depressão
  • Remédios Antipsicóticos
  • Anticoncepcionais
  • Remédios para Controlar a Pressão Sanguínea
  • Remédios Anticoagulantes
  • Esteroides
  • Bloqueadores Beta

 

Outros agentes que podem influenciar no funcionamento natural e na produção de melatonina dentro do nosso corpo são o consumo de cigarros, bebidas alcoólicas e cafeína em exagero. O uso de telefones celulares, computadores e televisão antes de dormir também constroem uma barreira à produção de melatonina devido à emissão de luz azul, o que pode obstruir uma noite de sono tranquila.

Share:

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *