Category: Beleza


Alimentos Estimulantes de Colágeno

O colágeno, apesar de muitos não saberem é uma proteína! E esta proteína está presente por todo o nosso corpo mantendo a elasticidade da nossa pele, auxiliando na produção de cartilagem, protegendo o nosso sistema cardiovascular e muitos outros benefícios do colágeno.

Agora que você já sabe um pouco sobre essa substância, você também deve se informar sobre como manter os níveis desejados de colágeno dentro do organismo para uma saúde balanceada. O nosso corpo produz um pouco do colágeno que precisamos, mas com o estresse cotidiano nós acabamos entrando em um estado de tensão física e emocional o que compromete a produção dessa proteína. Desta forma, é necessário encontrar um dos melhores suplementos de colágeno para fazer a reposição ou estimular a sua produção a partir do consumo de certos alimentos.

As melhores fontes alimentícias de colágeno são provenientes da carne bovina, do peixe, do frango e da membrana da casca do ovo. Dá uma olhada nas diferenças e nos benefícios de cada uma dessas fontes individualmente.

 

  • Colágeno bovino: esse tipo de colágeno vem dos músculos, ossos e pele das vacas. É muito rico em glicina, promovendo a criação de DNA e RNA saudáveis. Promove também a formação de creatina. O colágeno bovino contém, em sua maioria, colágeno dos tipos 1 e 3.
  • Colágeno do peixe: esse tipo de colágeno contém um teor alto de biodisponibilidade, exercendo um papel importante na velocidade e quantidade de absorção da substância, que pode ser quase 2x mais rápida do que o normal. Isso acontece devido ao tamanho das partículas em comparação às outras fontes animais de colágeno. O peixe fornece colágeno de tipo 1 e tal é proveniente das escamas, espinha e barbatanas.
  • Colágeno do frango: esse é o tipo mais utilizado para fins medicinais, por ser rico em colágeno do tipo 2. Pode ser obtido a partir da cartilagem do peito do frango e ossos ou via suplementação (em pó, cápsulas ou injetável).
  • Colágeno da membrana da casca do ovo: na verdade o colágeno pode ser encontrado na membrana e na clara do ovo. Fornece os tipos 1, 3, 4 e 10 de colágeno. O tipo 1 é o predominante.

 

Agora confira abaixo uma lista de alimentos que contém colágeno ou que estimulam a sua produção dentro de nós! Um brinde à pele jovem, fresca e saudável por muitos e muitos anos!

 

  • Frutas e verduras vermelhas: pimentão vermelho, tomates, beterrabas, amoras.
  • Verduras verde-escuras: espinafre, couve, rúcula, agrião, repolho.
  • Vegetais laranja: cenoura, batata-doce.
  • Soja: queijo de soja, leite de soja, tofu.
  • Chá branco: folhas novas que não sofreram oxidação.
  • Proteínas: clara do ovo, carnes magras, ostras.
  • Azeitonas: verdes ou pretas.
  • Frutas cítricas: limão siciliano, laranja, abacaxi.

 

 

Melhor Colágeno do Mercado & Como Tomar O Suplemento

Apesar de sabermos tanto sobre colágeno hoje em dia, foi somente por meados dos anos 30 que o colágeno foi classificado como uma estrutura molecular. Tal substância ainda é estudada constantemente a fim de novas descobertas sobre essa proteína poder mudar o eixo da medicina no futuro e auxiliar tratamentos como o de artrite, por exemplo.

Aproximadamente 30% das proteínas encontradas em nosso organismo são tipos diferente de colágeno. Esta porcentagem é distribuída entre nossos ossos, ligamentos e tendões.

O colágeno é a proteína mais abundante no corpo humano. As suas moléculas são formadas de carbono, oxigênio e hidrogênio que, por sua vez, são utilizadas para a formação de aminoácidos. São eles: prolina, glicina, arginina e glutamina. Estes aminoácidos – e o colágeno no geral – fornecem vários benefícios consideráveis para a nossa saúde. Normalmente nós produzimos naturalmente certas quantidades, mas quando estamos com a imunidade baixa, enfrentando stress, doentes ou qualquer outro motivo que classifique o corpo como ‘não saudável’, o nosso organismo não é capaz de suprir a produção das quantidades que precisamos. Desta forma, é preciso obter tais fontes de aminoácidos por meio de suplementação ou de alimentos que sejam ricos em colágeno. E colágeno é uma excelente fonte!

  • Prolina: só este aminoácido sozinho constitui 15% das quantidades de colágeno do corpo humano. A prolina regula o organismo e garante o seu funcionamento tranquilo e sem complicações.
  • Glicina: constitui aproximadamente 10% do conteúdo de colágeno no organismo humano. Este aminoácido contribui para a formação saudável de DNA e para a produção de creatina.
  • Arginina: mantém a saúde arterial, cardiovascular, circulatória e estimula o sistema imunológico.
  • Glutamina: este aminoácido é um dos mais importantes presentes no corpo humano. Ele promove a saúde física e mental, ajudando no combate à depressão, ansiedade, insônia, fadiga, dor nas articulações, etc.

É possível obter todos estes efeitos com a suplementação correta de colágeno. Mas como escolher qual comprar? Eu vou te ajudar.

 

# 1 Mobility Colágeno Hidrolisado

Como contém uma dose elevada de colágeno em sua composição, é super indicado para pessoas que sofrem de dor nas articulações.

  • Em pó
  • Origem nacional

Prós: não contém sabor nenhum e não altera o sabor de sucos e chás ao misturar com líquidos. Possui uma concentração alta de colágeno e, por ser em pó, o nosso corpo absorve mais rápido. Sendo assim, os resultados também são mais ligeiros para aparecer.

Contras: apesar de não ter nenhum gosto, não é tão fácil de se livrar das bolhas de pó que ficam flutuando. Podia ser um pouco mais levinho para acelerar a sua dissolução.

 

# 2 Nitech Colágeno Hidrolisado

Se você não tem problemas de dor que são potencializadas por exercício físico, mas está à procura dos benefícios do colágeno para a otimização do bem-estar da pele, cabelo, unhas e para promover a formação saudável de cartilagem, essa marca é recomendada para você.

  • Em cápsulas
  • Origem nacional

Prós: este produto faz parte da linha fit da Nitech. Essa marca também possui outras linhas e produtos de extrema qualidade como a linha black (para levar a sua energia às alturas) e a linha esportiva (para levar os seus ganhos musculares ao infinito e além).

Contras: contém uma baixa concentração de colágeno ao ser comparado a outros produtos.

 

# PowerFoods Colágeno

Este produto é o mestre da elasticidade da pele com a garantia de aparência mais jovem. As cápsulas contêm alta biodisponibilidade, o que faz com que seja absorvida rapidamente e eficientemente pelo nosso corpo.

  • Em cápsulas
  • Origem nacional

Prós: a fórmula desse produto não contém glúten ou açúcar e é confeccionado utilizando matéria prima estrangeira.

Contras: pode ser difícil encontrar disponibilidade. Então se você ver que de repente uma loja tem em estoque, agarre e saia correndo!

 

Como Tomar & Melhor Horário Para Tomar Colágeno

É recomendado ingerir a sua dose de colágeno pela manhã e em jejum, ou antes de ir dormir. Porque? As moléculas de colágeno devem fazer o seu percurso dentro do corpo humano sem a intervenção de ácidos estomacais que podem quebrar as suas partículas e destruir a sua eficácia.

Normalmente é mais fácil tomar nestes horários sugeridos, mas você pode, na verdade adaptar a ingestão desse suplemento de acordo com a sua rotina. Só se lembre de esperar 2 ou 3 horas para comer antes e depois de tomar o colágeno.

Siga instruções médicas ou do rótulo do produto para a dosagem específica.

Permita que o organismo absorva e comece a produzir os efeitos desejados do colágeno, o que pode levar 2 a 4 meses.

 

 

Colageno: Os Beneficios Desvendados Deste Suplemento

Se alguém te perguntar o que você sabe sobre colágeno, o que você diria? Você provavelmente reconhece esse nome por ter um shampoo ou outro produto de cabelo que contenha essa substância. Talvez seja porque você se lembrou daquele creme de corpo que tenha colágeno que a sua amiga recomendou porque é bom para acabar com a celulite. Ou ainda você tenha se recordado da época que se entupia de gelatina todos os dias porque ouviu falar que tem colágeno e que é bom para manter a pele com aparência jovem (se esquecendo somente da quantidade de açúcar que tem em cada pacotinho de gelatina, mas tudo bem… nós todos tivemos essa fase).

Todas essas teorias estão tecnicamente corretas. O colágeno é na verdade uma proteína que está presente em nossos músculos, cartilagens, pele, ossos, tendões e vasos sanguíneos e que pode facilmente ser encontrada em forma de suplementos em pó. Essa substância é a mentora na hora de substituir as células mortas da nossa pele por células novas, mantendo o bem-estar e elasticidade da derme. O colágeno é a proteína que temos em maior quantidade dentro de nós. É o que podemos classificar como a substância chiclete que mantem nossos ossos e articulações conectados apropriadamente.

Agora, você ainda quer saber um pouco mais sobre o colágeno? Bom… então senta que lá vem história!

 

O Que é Colágeno & Os Tipos de Colágeno Natural

A cada dia, cada hora, cada minuto e cada segundo que passa o nosso corpo produz menos e menos quantidades de colágeno. O que significa que estamos envelhecendo vagarosamente sem ao menos notarmos. Apesar de ainda não haver mágica para romper o ciclo do envelhecimento por completo (não, nem com uma varinha ou poção que você aprendeu em Hogwarts rola), há várias opções para retardar esse processo. O colágeno é uma dessas opções.

Para fazer o uso do colágeno de modo correto devemos, primeiramente, prestar atenção nos alimentos que contêm colágeno que estamos ingerindo como parte da nossa dieta. Em seguida, devemos aprender que há 16 tipos diferentes de colágeno perambulando o corpo humano, mas que a absoluta maioria são do tipo 1, 2 e 3. Ficou confuso? Calma que eu vou explicar um por um bem miudinho.

Tipo 1: o mais presente em nosso corpo dentre todos os outros tipos. É basicamente composto de fibras que “montam” o nosso corpo (tipo uma boneca). Sem o colágeno tipo 1, não é possível se estabelecer uma ligação que cola os nossos tendões, órgãos, pele e ligamentos um ao outro. Esse tipo de colágeno é encontrado em nosso trato gastrointestinal e é o responsável pela fabricação de ossos.

Tipo 2: esse colágeno evita que soframos da famosa “dor nas juntas”. O tipo 2 é o comandante na produção de cartilagem e nos ajuda a nos esquivar de problemas como artrite.

Tipo 3: esse tipo de colágeno auxilia na formação de vasos sanguíneos e tecido cardiovascular. É normalmente encontrado junto com o tipo 1 e, por isso, também assiste na manutenção da firmeza e maleabilidade da pele. Ele é composto de fibras que desempenham um papel muito importante em conjunto com a matriz extracelular e o tecido conjuntivo.

Tipo 4: a sua principal função é na administração da membrana basal. Essa membrana faz parte do time que cria os tecidos ao redor de órgãos, gordura e músculos. A lâmina basal acoberta a maioria dos órgãos do nosso sistema respiratório e digestivo, ela é basicamente uma camada de gel que serve como amortecedor entre uma camada de tecido e outra.

Tipo 5: esse tipo de colágeno é essencial na formação da placenta e no suporte de seu funcionamento durante a gravidez. Também é vital para a formação da superfície das nossas células e dos nossos fios de cabelo.

Tipo 10: de acordo com estudos, esse tipo de colágeno é muito benéfico para a recuperação de fraturas ósseas e problemas nas articulações sinoviais (como os joelhos e a mandíbula por exemplo). O tipo 10 ajuda na formação de ossos novos e cartilagem articular.

Benefícios do Colágeno

O maior inimigo da nossa produção de colágeno é, infelizmente, o tempo. Mas há também outros fatores que agem como um catalisador da redução dessa substância em nosso organismo como ser fumante, consumir quantidades grandes de açúcar (principalmente o processado) e demasiada exposição solar. Ao controlar tais ações, o nosso organismo fica livre para se aproveitar completamente das vantagens do colágeno. Confira abaixo alguns dos benefícios que essa proteína traz.

 

  1. Combate as marcas de celulite e estrias
  2. Auxilia na cura da síndrome do intestino permeável
  3. Promove a desintoxicação
  4. Estimula o metabolismo
  5. Otimiza a aparência da pele e do cabelo
  6. Fortalece as unhas e os dentes
  7. Assiste na recuperação das articulações
  8. Aumenta a saúde hepática
  9. Protege o bem-estar cardiovascular

 

O Colágeno & a Vitamina C

Essa proteína extremamente complexa é formada por 19 tipos diferentes de aminoácidos, o fazendo uma fonte sensacional de obtenção de glutamina, arginina, prolina e glicina, por exemplo. Tais aminoácidos são denominados “não essenciais”, mas são na verdade muito importantes para a nossa saúde e podem trazer inúmeros benefícios.

Para ativar a operação do colágeno em nosso organismo, é importante lembrar que a sua absorção máxima ocorre quando ingerido em conjunto com uma fonte de aminoácido e vitamina C (vários suplementos de colágeno já suprem essa necessidade ao oferecer tais substâncias em suas fórmulas).

Agora, você deve estar se perguntando sobre a gelatina que eu mencionei lá em cima e não toquei mais no assunto. A gelatina é, na realidade, moléculas de colágeno desestruturadas. Ou seja, a gelatina fornece as mesmas vantagens e benefícios do colágeno. Ela só se apresenta de forma diferente. Mas lembre-se do que eu falei! Cuidado com os pacotinhos de gelatina que contém mais açúcar do que gelatina! O ideal é criar a sua própria receita com frutas e gelatina sem sabor.

Finalmente, os produtos de beleza como shampoos, condicionadores, cremes faciais e corporais e produtos de maquiagem que contêm colágeno em suas fórmulas não vão mudar a sua vida. Eu sei. É uma triste notícia. A razão do seu corpo descartar o colágeno que existe em tais produtos é devido ao tamanho das moléculas dessa substância existente neles. Elas são excessivamente grandes e o nosso corpo não é capaz de absorvê-las. A melhor saída, como sempre, é mimar seu organismo com suplementos e alimentos que irão revigorar a sua saúde de dentro para fora.

 

Fonte da Juventude: Alimentos Que Contêm Biotina (Vitamina B7)

Você está a procura de um suplemento que te forneça vários benefícios e ainda te faça parecer mais jovem? Não, eu não estou falando de dieta ou de cirurgia plástica. Eu estou falando da biotina (ou vitamina B7). As vantagens dessa simples vitamina são – quase – infinitas. Dentre elas estão a reparação dos tecidos, melhor funcionamento das células, renovação da pele, fortificação das unhas e cabelo, metabolismo mais eficiente, melhoramento da circulação sanguínea, assistência na replicação e transcrição do DNA,  promoção da cicatrização de ferimentos e muitos mais!

A biotina pode ser ingerida via suplementação, o que providencia uma forma mais concentrada e pura da substância, ou via alimentação.

As comidas ricas nesta vitamina, que é muito famosa por seus efeitos de fortalecimento do cabelo, podem ser encontradas facilmente na maioria dos supermercados. Vale lembrar que a quantidade de biotina é maior em alimentos consumidos quando crus ao invés de quando expostos a temperaturas altas de preparo (assar, cozer, fritar, a vapor, etc).

Há estudos que acreditam que o nosso corpo é capaz de produzir biotina em pequenas quantidades, mas não há provas concretas ainda sobre tal fato. Por enquanto, sabemos que a vitamina B7 só é sintetizada por certos tipos de bactéria, fungo, levedura, algas ou algumas plantas.

Abaixo, eu selecionei 7 alimentos deliciosos que são fontes excelentes de biotina. Dá uma olhada no que você pode começar a explorar para obter os benefícios dessa vitamina.

 

  1. Fígado: a cada 100g dessa carne é possível encontrar aproximadamente 30-40mcg de biotina. Se você nunca se aventurou para o lado do fígado antes, experimente receitas de fígado a parmegiana ou iscas de fígado ao molho de vinho.
  2. Couve-flor: essa hortaliça crua fornece 0,2-4mcg de biotina por xícara. Apesar de ser possível obter uma maior quantidade de vitamina B7 quando ingerida crua, algumas receitas que utilizam esse vegetal são maravilhosas. Algumas ideias boas são bolinho frito de couve-flor ou arroz de couve-flor.
  3. Cogumelos: também conhecidos como champignon (um tipo de cogumelo), o cogumelo fresco tem cerca de 6-10mcg de biotina a cada 100g. Eles ficam deliciosos quando refogados com ervas e vinho branco ou em um risoto de cogumelos.
  4. Gema do Ovo: somente 1 ovo tem o poder de dar 13-25mcg de biotina ao nosso corpo. No entanto, pessoas que consumem a clara do ovo, mas não a gema, correm o risco de desenvolver deficiência de vitamina B7. A clara do ovo quando crua, ou quando não cozida completamente, tem poderes de exaurir os efeitos positivos da biotina por completo.
  5. Framboesa: apenas 1 xícara dessa fruta silvestre providencia 0,2-2mcg de biotina. Além de ser uma delícia para lanchinhos da tarde, receitas que incluem framboesa como mousse ou cuca são super divertidas de fazer e experimentar.
  6. Queijo Cheddar: sim! Queijo! A cada 100g de cheddar o nosso organismo absorve 1,5-7mcg de biotina. Aprecie esse laticínio derretido sobre a sua receita favorita de macarrão ou salpicado dentro do seu omelete no café da manhã.
  7. Carne de Porco: cada 100g dessa carne contém 2-5mcg de biotina. Se aventure nos diferentes cortes dessa carne com receitas apetitosas.

 

 

A Biotina 5mg e a Diferença de Preço Entre Marcas Nacionais e Importadas

Em 1936, um estudo conseguiu identificar a biotina como um suplemento que combatia disfunções capilares e de pele como a dermatite e a perda de cabelo. Na época, duas substâncias podiam auxiliar com tais condições, a vitamina H e a coenzima R. No entanto, em 1940 o bioquímico Paul Gyorky descobriu que elas eram o mesmo composto.

A biotina passou a ser sintetizada a partir de 1943 e, desde então, vem nos resgatando de cabelos e unhas quebradiças, cólicas menstruais, pele com aparência envelhecida e muito mais benefícios!

Esse suplemento, também conhecido como vitamina H ou vitamina B7, faz parte das vitaminas do complexo B. No total, são 8 vitaminas hidrossolúveis que otimizam o nosso metabolismo celular. Confira abaixo a função principal de cada uma delas.

 

B1: balanceia o apetite e aumenta a disposição

B2: estimula a saúde dos olhos e da pele. Diretamente relacionado à fabricação de hemácias.

B3: promove o bem-estar do tecido muscular e da pele. Mantém o cérebro saudável.

B5: melhora a atividade intestinal e o metabolismo. Balanceia as funções neurológicas.

B6: exerce um papel importante na fase de crescimento. Estimula a produção de serotonina.

B7: conhecida como biotina. Otimiza a saúde do cabelo, pele e unhas.

B9: pode impedir a ocorrência de alguns tipos de anemia. Responsável pelo aumento de serotonina no organismo.

B12: aumenta estamina. Equilibra a saúde psicológica.

 

Com todas essas informações pode ficar difícil encontrar o melhor suplemento disponível no mercado. A nossa alimentação pode trazer traços de biotina, mas a suplementação é sempre a forma mais pura de ingerir uma substância. Há vários produtos que fornecem todas as vitaminas do complexo B em uma quantidade pequena, há também produtos que fornecem somente a biotina (ou vitamina B7). Então, se você está atrás dos benefícios que a biotina oferece, você precisa experimentar um desses suplementos abaixo. Eu testei e indico!

 

# 1 Biotina Vital Âtmon – Vital Beauty B5 + Biotina

 

  • 30 mcg de biotina a cada 2 cápsulas
  • Marca Nacional

 

Prós: possui em sua fórmula grandes quantidades de vitamina B5, o que é excelente para o metabolismo. Também possui óleo de amêndoas (que auxilia com problemas na derme) e óleo de gergelim (que funciona como um agente clareador de manchas, rugas e linhas de expressão).

Contras: como é uma mistura de duas vitaminas, o teor de biotina não é tão alto.

 

# 2 Biotina Kirkland

 

  • 5mg (ou 5000mcg) a cada 2 comprimidos
  • Marca Norte-Americana

 

Prós: fornece também em sua fórmula as vitaminas A, C, D, E, B6 e outros componentes como cálcio, fósforo, magnésio e zinco. Como tem níveis super altos de biotina, é possível ver resultados logo na primeira quinzena. As minhas unhas passaram a parecer de salão e os meus fios de cabelo estão mais fortes do que nunca!

Contras: a única desvantagem é o tamanho do comprimido. Precisei de bastante líquido para mandar pra dentro sem arranhar a garganta.

 

# Biotina Maxinutri

 

  • 30 mcg de biotina a cada duas cápsulas
  • Marca Brasileira

 

Prós: auxiliou no problema constante que eu tinha de unhas fracas e que quebravam na linha da pele, o que é muito doloroso. Eu também tenho cabelos finos e que quebram com facilidade, até quando estou usando a escova. Foi só a começar esse suplemento que eu notei o fortalecimento e maior elasticidade das fibras capilares e da derme.

Contras: foi o suplemento que demorou mais a mostrar resultados positivos.

 

Como Tomar Biotina

De acordo com a Academia Nacional do Instituto de Medicina de Ciências e o Conselho Americano de Alimento e Nutrição, a dose recomendada diária de biotina varia de acordo com a idade e condição do indivíduo usando dessa suplementação.

  • Bebês entre 0 e 6 meses: 5mcg por dia
  • Bebês entre 7 e 12 meses: 6mcg por dia
  • Crianças entre 1 e 3 anos: 8mcg por dia
  • Crianças entre 4 e 8 anos: 12mcg por dia
  • Crianças entre 9 e 13 anos: 20mcg por dia
  • Adolescentes entre 14 e 18 anos: 25mcg por dia
  • Adultos com mais de 19 anos: 30mcg por dia
  • Mulheres grávidas: 30mcg por dia
  • Mulheres em fase de amamentação: 35mcg por dia

É sempre importante, no entanto, seguir instruções médicas ou do rótulo do produto ao começar a ingerir qualquer tipo de vitamina ou suplemento.

 

 

Biotina, a Vitamina da Beleza

Às vezes é normal se sentir pressionado com a quantidade de informação disponível por aí sobre suplementos, vitaminas e comidas diferentes. Aposto que você já se pegou imaginando o que seria da sua vida se você tivesse que carregar todas essas pílulas e cápsulas para cima e para baixo para o resto da vida. Bom, a boa notícia é que a maioria dos nutrientes que o nosso corpo precisa nós adquirimos via alimentação. É por isso que ter hábitos de refeição saudáveis é imprescindível para a nossa saúde em geral.

O que acontece, então, quando o nosso organismo não recebe tudo que precisa para funcionar adequadamente? É aí que os suplementos alimentícios entram em ação. Isso significa que alguns suplementos podem ser sazonais (só precisando em uma certa estação do ano), cíclicos (contribuindo com a nossa rotina cheia e ocupada sem tempo para refeições de qualidade) ou dependentes (quando o nosso corpo não produz ou quando restrições alimentares nos impedem de adquirir tal vitamina).

Uma das vitaminas que nós não produzimos naturalmente (ou é acreditado que produzimos apenas em quantidades minúsculas) é a vitamina B7. A biotina pode ser adquirida em alimentos ou via suplementos.

 

O Que é Biotina?

A biotina é uma vitamina também conhecida como vitamina B7, vitamina H ou até mesmo coenzima R. Alguns dos nutrientes provenientes das vitaminas de complexo B cooperam com a saúde do sistema digestivo, metabólico e cardiovascular.

A vitamina B7 age como um catalisador para as transformações de aminoácidos, glicose e ácidos graxos em energia. Sim! Muita gente vai em busca da biotina porque ouviu que é bom para o cabelo, mas na verdade esse suplemento é essencial para as reações químicas do nosso organismo. A vitamina H é indispensável para o funcionamento de várias enzimas conhecidas como carboxilases.

Todavia, as lendas de que biotina é bom para o cabelo não são falsas. É a partir desse benefício que a biotina adquiriu o apelido de vitamina H. A letra ‘H’ vêm das palavras em alemão ‘haar’ e ‘haut’ que significam cabelo e pele, respectivamente.

Essa vitamina é solúvel em água e, portanto, não é armazenada em nossas células. Toda e qualquer quantidade que o organismo não seja capaz de absorver, é então eliminada via urina.

 

Para Que Serve a Biotina

De acordo com o centro médico da Universidade de Maryland, a biotina auxilia no combate de problemas de pele, cabelo e unhas, diabetes e neuropatia periférica. Mas não se engane com produtos de beleza como esmaltes de unha ou shampoos que utilizam a biotina como estratégia de marketing! O nosso corpo não é capaz de absorver tal vitamina através da pele.

Além dos benefícios citados acima, a vitamina B7 oferece mais algumas vantagens que com certeza vão te interessar.

 

  • Favorece um sistema cardiovascular saudável: estudos mostraram uma melhora no colesterol bom e uma redução no ruim ao combinar a biotina com crômio. A vitamina B7 combate inflamação cardiovascular e impede o acúmulo de gordura nas artérias. Desta forma, diminui os riscos de ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral (AVC).
  • Otimiza a saúde capilar, das unhas e da pele: a biotina pode auxiliar no combate à acne, fungos, assaduras e pele extremamente seca. Um estudo mostrou que o uso da vitamina B7 por um período de 6 meses estimulou o crescimento e a saúde das unhas.
  • Estimula as glândulas suprarrenais e da tireoide: essas glândulas desempenham um papel muito importante no nosso organismo como o controle da fome, sono, humor, sensação de dor e energia. A falta de biotina pode desregular todas essas atividades.
  • Auxilia na recuperação de tecidos e músculos: a biotina contribui na redução de inflamação em tecidos e músculos do nosso corpo, evitando dores, aflições ou dificuldade de se locomover.
  • Promove um metabolismo saudável: ajuda a manter um metabolismo eficiente, transformando aminoácidos e glicose em combustível. A deficiência de vitamina B7 pode causar um metabolismo lento e preguiçoso.
  • Combate o declínio cognitivo: melhora a concentração, auxilia a manter uma mente positiva e feliz e defende o nosso cérebro contra disfunções de memória como a doença de Alzheimer ou demência.
  • Equilibra a intolerância à glicose e os níveis de açúcar no sangue: sustenta os níveis de glicose, facilitando a ação da insulina. O uso da biotina com crômio é bastante efetivo na diminuição do açúcar no sangue de pessoas com diabetes.
  • Desempenha um papel importante durante a gravidez e amamentação: como já mencionado, a biotina contribui na recuperação muscular. Mas não somente isso, essa vitamina é essencial no desenvolvimento muscular também. Isso se dá principalmente durante a infância e a fase fetal. A falta de biotina no organismo pode gerar problemas de crescimento.

 

A Biotina Engorda?

A vitamina B7 não tem como função principal o emagrecimento, mas a sua ação acaba levando a uma vida mais saudável, o que influencia a perda de peso.

Todos os seus benefícios, como a redução dos níveis de colesterol ruim e a ação de coenzima com carboidratos e açúcar na produção de energia, levam a um funcionamento melhor e mais eficiente do nosso organismo. Um combo de biotina com atividades físicas moderadas e uma dieta balanceada levará sim ao emagrecimento.

A biotina não engorda. Muito pelo contrário, essa vitamina é muito comumente encontrada como um dos componentes em remédios prescritos para inibir o apetite.

 

Sintomas de Deficiência de Biotina

Tecnicamente não há sintomas de super dosagem da biotina, principalmente pelo fato dessa vitamina ser solúvel em água. Deste modo, o corpo elimina o excesso pela urina.

A deficiência da vitamina B7, por sua vez, é também muito rara. Porém, quando ocorre, é possível identificá-la a partir dos seguintes sintomas.

  • Fatiga crônica
  • Dano no sistema nervoso
  • Mudança temperamental
  • Cólicas
  • Cabelo frágil ou queda de cabelo
  • Pele seca e avermelhada
  • Dor muscular
  • Problemas no sistema digestivo e intestinal
  • Deficiência cognitiva
  • Sensação de formigamento
  • Língua dolorida
  • Perda do apetite
  • Olhos secos
  • Depressão
  • Alucinações
  • Insônia

Outros fatores que influenciam a deficiência da biotina podem estar relacionados ao uso de medicamentos ou à certas doenças ou condições. Alguns exemplos são: remédios anticonvulsivos, pessoas com doenças no fígado, pessoas que tomem antibióticos a longo prazo, pessoas que estejam recebendo nutrientes por via intravenosa, biotinidase (doença extremamente rara que impede que o organismo absorva biotina), doença de crohn e doença celíaca.

17 Alimentos Antioxidantes Que Vão Curar Até a Sua Alma

O nosso corpo é composto de antioxidantes e radicais livres. Quando a quantidade de radicais livres é maior do que a de antioxidantes o nosso corpo começa a reagir e expressar tal deficiência em forma de envelhecimento precoce, células mutantes ou danificadas e um sistema imunológico sobrecarregado e ineficiente.

Essencialmente, os antioxidantes são agentes que combatem a oxidação. Bem simples, né? Eles são responsáveis por desacelerar a oxidação de alimentos que serão armazenados na nossa despensa ou por desativar agente oxidantes em organismos vivos.

As fontes alimentícias de antioxidantes sejam elas ervas, frutas, chás ou temperos diminuem a ação dos radicais livres, os quais são grandes inimigos nossos por levarem o nosso organismo a potencialmente desenvolver disfunções como câncer, doenças cardiovasculares ou demência. Todos esses males foram cientificamente comprovados de estarem diretamente conectados à danos de oxidação e inflamação em nosso corpo.

Alguns benefícios de incluir alimentos antioxidantes na sua dieta incluem:

  • Maior expectativa de vida
  • Chances menores de desenvolver câncer
  • Pele com aparência jovial e rejuvenescida
  • Proteção contra problemas do coração
  • Diminuição do risco de desenvolver problemas nos olhos, como cataratas ou degeneração da mácula
  • Sinais menos acentuados de envelhecimento da pele, coração, cérebro, tecido, articulações e olhos

Não há um consumo mínimo ou máximo diário estabelecido para os antioxidantes encontrados em alimentos. Portanto, quanto mais itens você puder inserir em sua alimentação diária, melhor.

A lista abaixo contém comidas, ervas e temperos com um alto teor de antioxidantes de acordo com a pontuação do ORAC (Capacidade de Absorção Radical de Oxigênio) do Ministério da Agricultura dos Estados Unidos da América.

  1. Cravo da Índia: 290,283 – pontuação ORAC
  2. Groselha Indiana: 261, 500 – pontuação ORAC
  3. Orégano: 175,295 – pontuação ORAC
  4. Alecrim: 165,280 – pontuação ORAC
  5. Canela: 131,420 – pontuação ORAC
  6. Açafrão: 127,068 – pontuação ORAC
  7. Açaí: 102,700 – pontuação ORAC
  8. Noz-Moscada: 69,640 – pontuação ORAC
  9. Manjericão: 61,063 – pontuação ORAC
  10. Gengibre: 39,041 – pontuação ORAC
  11. Jabuticaba: 25,514 – pontuação ORAC
  12. Amora Preta: 19,220 – pontuação ORAC
  13. Alcachofra: 9,416 – pontuação ORAC
  14. Romã: 4,479 – pontuação ORAC
  15. Goiaba Vermelha: 1,990 – pontuação ORAC
  16. Erva Mate: 1,704 – pontuação ORAC
  17. Chá Verde: 1,253 – pontuação ORAC

 

Como Evitar Danos Causados Por Radicais Livres

Agora que você já sabe como fazer uso de antioxidantes para temperar as suas comidas, escolher quais chás beber de manhã e quais frutas levar de lanche para o trabalho, aqui vão algumas outras dicas de como amenizar os efeitos dos radicais livres no nosso organismo.

  • Reduzir estresse
  • Exercitar-se moderadamente
  • Reduzir a quantidade de produtos químicos e cosméticos usados
  • Limitar o consumo de alimentos processados e refinados
  • Aumentar o consumo de alimentos orgânicos
  • Diminuir o consumo de alimentos que contenham hormônios ou pesticidas
  • Evitar o uso desnecessário de remédio